Voo da TAP volta para aeroporto de Natal e expectativas com retomada internacional do turismo aumentam

A capital potiguar volta a receber o voo internacional com ligação direta para a Europa na noite desta quarta, 03. Esse será o primeiro desembarque do tipo no Aeroporto Internacional Aluízio Alves desde abril de 2020, mostrando claro sinal do processo de retomada da atividade turística em um momento em que a vacinação contra Covid-19 avança e o número de casos diminui. Trata-se do voo da companhia portuguesa TAP que ligará Lisboa – Natal três vezes por semana. Para marcar esse retorno, a Secretaria Estadual de Turismo (Setur/RN) e a Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) irão realizar uma recepção calorosa aos turistas. A ação contará com a presença de membros do trade turístico potiguar e empresários locais parceiros.

O retorno da aérea portuguesa ao Rio Grande do Norte aconteceu a partir de muita articulação do Governo do Estado, que realizou uma série de reuniões com a direção da companhia até o anúncio do retorno, realizado em setembro deste ano e comemorado por todos que fazem o turismo no estado. A chegada de mais esse voo ao estado foi celebrada pela governadora Fátima Bezerra, que no último dia 26 de outubro visitou a CEO da TAP,  Christine Ourmières-Widene, e ressaltou a importância que essa rota internacional tem neste momento de  aquecimento do turismo com a chegada da alta estação. “Portugal é o nosso principal polo de atração de turistas da Europa para o Rio Grande do Norte, e esse voo direto é um símbolo claro de como o nosso estado está fazendo a sua parte na construção de uma retomada segura do turismo. Não tenho a menor dúvida que esse voo será um sucesso, e logo teremos muitos turistas de várias partes da Europa descobrindo as belezas do nosso estado”, afirmou a governadora.

As operações no Brasil são tidas como relevantes para a TAP, que anunciou um maior incremento de rotas para o país a partir do anúncio da abertura de Portugal para turistas brasileiros, realizado no início de setembro. “O Brasil é o nosso principal e mais estratégico mercado fora de Portugal”, enfatizou Christine, CEO da TAP,  que caracterizou Natal como uma rota “emblemática” para a companhia aérea.

O voo internacional entre Lisboa e Natal é mais um ponto no robusto processo de retomada da atividade turística que o estado atravessa. O incremento da malha aérea, e o aumento no fluxo de turistas nos últimos meses já tem repercussões na oferta de empregos no setor turístico. Números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) para o setor turístico do Rio Grande do Norte, entre janeiro e agosto de 2021, apontam um saldo positivo acumulado de 11 mil vagas no setor de serviços, sendo cerca de 1700 vagas só no setor de alojamento e alimentação.  Os segmentos de locação de automóveis, agências de viagens, operadores turísticos,  serviços de reservas e transporte aéreo de passageiros, que são considerados importantes indicadores da atividade turística, também apresentaram saldo positivo de vagas no CAGED durante o período citado. 

O otimismo com os bons números do setor também é percebido na fala dos  gestores do turismo. “A chegada de cada novo turista da Europa pode significar mais geração de emprego e renda para o povo potiguar. Esse retorno da TAP precisa sim ser celebrado, e em um cenário de pandemia sob controle é mais um indicativo de que teremos ainda mais crescimento na procura pelo nosso destino nos próximos meses”, analisa Ana Maria da Costa, secretária estadual de Turismo.  

ANVISA EXIGE TESTE NEGATIVO
Apesar do governo brasileiro ainda não fazer exigência de comprovação de vacinação para a entrada em território nacional, segue em vigor uma portaria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) que estabelece regras sanitárias para passageiros que visitam o Brasil. 

Todos os viajantes devem apresentar um exame RT-PCR não detectável (negativo), realizado nas últimas 72h antes do embarque, ou exame negativo do tipo antígeno, realizado em até 24h antes do embarque. Crianças menores de 12 anos viajando acompanhadas não precisam apresentar o exame, desde que todos os acompanhantes apresentem documentos com resultado negativo ou não detectável. 

Também é obrigatório preencher a Declaração de Saúde do Viajante, na qual o viajante informa se apresenta algum sintoma suspeito da Covid-19. As medidas valem tanto para viajantes estrangeiros quanto brasileiros. A fiscalização desses documentos inicia-se com a triagem pela companhia aérea, no momento do embarque rumo ao Brasil, ainda no país de origem. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BR